Manutenção de Equipamentos Ex-i

Equipamento de segurança intrinseca

  1. Em segurança intrínseca o aterramento garantirá a eficiência da barreira de zener na limitação da tensão que é enviada área classificada. A continuidade de ligação à terra deve estar intacta e a resistência medida entre qualquer ponto da linha de terra do circuito de segurança intrínseca e o ponto de ligação dessa linha com o terra deve ser menor que 1W.

  2. Siga o manual de instruções do fabricante para efetuar os teste das barreiras. Não se deve fazer medições nas barreiras, sem antes desligar o circuito que vai para a área protegida. O multímetro utilizado pode facilitar a passagem de voltagens perigosas para área classificada
  1. Verifique se não existe nenhuma “invasão” de circuitos NSI (não intrinsecamente seguro) em áreas destinadas a circuitos SI (intrínsecamente seguro). Para manter a integridade da instalação cabo SI e NSI devem estar separados por uma distancia mínima de 50mm e presos para evitar movimentos ou o SI deve possuir sua blindagem aterrada.

  2. A manutenção de equipamentos intrinsecamente seguros pode ser executada com circuito energizado. A manutenção inclui operações como calibração e ajustes. Esta é uma das grandes vantagens de se ter um circuito de intrinsecamente seguro.

  3. Placas de identificação de equipamentos Ex-i devem estar sempre visível para a correta manipulação do pessoal da manutenção.

  4. Assegure que os parâmetros de barreira, de cabo e de instrumento estejam satisfatórios um para o outro. Qualquer  substituição deve-se levar em conta estes fatores. Por exemplo se um transmissor Ex-i for substituído por um outro, assegure que este novo, esteja perfeitamente associado a barreira e cabos correspondentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to top
error:
×